Pensando a Realidade

Interpretando, reproduzindo e dando forma aos fatos!

Mais uma vez 25 de setembro de 2009

Filed under: Uncategorized — memoriasdacachola @ 12:16

 

“Estamos em greve”. Essa é a frase que vem sendo dita nos últimos meses em Salvador e também em algumas regiões do País. Após a greve dos professores, coveiros, rodoviários, polícia militar, ferroviários, INSS, agora é a vez dos bancários. Os servidores da rede estão em paralisação no interior e na capital. A categoria exige aumento de 10%, participação nos lucros e resultados do empregadores.

 Durante o primeiro semestre do ano de 2009, pelo menos quatro setores foram afetados (segurança, previdência social, transporte, educação). Daí é levantada a questão: até quando? Até quando a população ficará no prejuízo, “pagando a conta” pela má gestão pública? O povo vive em meio a greves, em meio a um jogo contínuo de negociação entre setor público, sindicalistas e servidores. A suspensão dos serviços, que garantem o bom funcionamento da sociedade, gera transtornos e atrasos.

As notícias não são nada animadoras. Segundo pesquisa divulgada no final de julho pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), no ano de 2008 foram contabilizadas 411 greves em todo Brasil. Ainda segundo a pesquisa, o número de greves superou em 30% o ano de 2007. As greves realizadas em 2008 significaram que 24,6 mil horas de trabalho deixaram de ser cumpridas em todo o país.

Além de toda violência que paralisa e intimida a população, o País ainda é tomado por paralisações. Estas, em sua maioria, revelam a falta de comprometimento público com os interesses de ordem comum. Os parlamentares preferem gastar suas horas de serviço, discutindo o aumento de seus salários, do que fazerem reformas no legislativo a fim de modernizar e facilitar a vida da população. O Brasil precisa urgentemente de um movimento, capaz de dar um passo em direção à mudança. Os sintomas são claros e os paliativos ineficazes.

Anúncios
 

6 Responses to “Mais uma vez”

  1. andre amorim Says:

    È tanta greve que não aguentamos mais! só falta chegarmos em casa e estar alguma coisa em greve também, sim, porque não existe, eu acho mais nenhum setor entrar em greve, colapso, paralisia… Isso denota não só o descompromisso do governo ataual, como da maioria dos nossos políticos no bem estar da população, pois, eles só se preocupam no auto-favorecimento, deixando a massa a merçê da sorte!

  2. Tamires Says:

    Nossaa..está todo mundo cansado de tanta greve!
    Muito bom te achar por aqui..
    Você escreve muito bem!
    Beeijos

  3. Heide Says:

    Eu penso da mesma forma. São muitas greves. E não conseguimos fazer outra pergunta a não ser : onde vamos parar ?

  4. celiamota Says:

    Desconfio que esse carro não tem freios Heide, ou seja, não vamos parar nunca! Sempre haverá um jogo de interesses impedindo o bom funcionamento das coisas.
    Tátila, adorei seu blog querida, vc é das boas!

  5. celiamota Says:

    Ahhh, visite os meus blogs : celiamota.wordpress.com
    celiamota.blogspot.com
    Bjos!!!

  6. Luiz Ribeiro Says:

    Tem coerência seu post, mas, nos tempos atuais, estamos cada vez mais insatisfeitos e a greve vem dar corpo a essa insatisfação. As greves, feliz ou infelizmente, são necessárias.
    Mudando rápido de assunto: Cadê as atualizações desse blog?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s